Manometria Esofágica

Exame que permite ao médico avaliar o funcionamento do esôfago, por meio da análise da força e da coordenação dos movimentos peristálticos do órgão. Alterações no peristaltismo do esôfago podem ocasionar diversos sintomas, como disfagia (dificuldade de engolir), dor no peito e pirose.

  • Estabelecer o diagnóstico dos distúrbios da peristalse do esôfago;
  • Detectar alterações motoras do esôfago associadas às doenças sistêmicas;
  • Colocação de aparelhos intraluminares, como sensores da pH metria de 24h;
  • Avaliação pré-operatória da função peristáltica em pacientes nos quais se considera a possibilidade de cirurgia anti-refluxo;
  • Outras indicações a critério médico.

O exame é realizado ambulatorialmente, sem sedação, pois esta não é necessária e o médico precisa também da cooperação e informação do paciente. Tem duração de cerca de 20 minutos.

Os dados fornecidos pelo exame da Manometria Esofágica são utilizados por diversas especialidades, dentre elas a própria Gastroenterologia, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Pediatria, Pneumologia, Cardiologia, Otorrinolaringologia, Dermatologia e Neurologia.

Indicações para a realização do exame:

  • Estabelecer o diagnóstico dos distúrbios da peristalse do esôfago;
  • Detectar alterações motoras do esôfago associadas às doenças sistêmicas;
  • Colocação de aparelhos intraluminares, como sensores da pH metria de 24h;
  • Avaliação pré-operatória da função peristáltica em pacientes nos quais se considera a possibilidade de cirurgia anti-refluxo;
  • Outras indicações a critério médico
× Como podemos ajudar?